Domingo, 2 de Dezembro de 2007

Uma história do Huambo

Numa viagem encontra-se sempre algo de curioso para depois contar-mos, por vezes histórias, umas mais tristes, outras alegres e por vezes algumas curiosas, que nos fazem pensar ou sorrir.
E é uma dessas histórias que me lembro agora que quero partilhar.
Uma viagem de trabalho e muito trabalho havia a fazer, mas nem só de trabalho se fazem as viagens, também de algum lazer e nesse lazer estava uma vez ou outra os amigos irem jantar a algum (dos poucos que se podia) restaurante, ou sair um bocado para tomar um café e conversar.
Foi numa dessas saídas para um jantar de convívio entre colegas de trabalho que fiquei a conhecer um empregado de mesa, um funcionário muito simpático e atencioso, muito aprumado e bem penteado… Servia as mesas com perfeição, sempre atencioso, pronto e solicito a todos os pedidos, mas via nele algo que parecia diferente… Bem era assim, assim… Perecia ser um pouco virado para o outro lado, gestos e maneira de ser…
Bem, não sou preconceituoso, acho engraçado e cada um é como quer e pode ser…
Mas continuando… Passados alguns dias fomos novamente a esse restaurante que também era bar, tomar uma bebida com colegas, pois estava a chegar o dia de voltar a Portugal e tomar uma bebida juntos para despedida era maneira de despedida e deixar alguns pormenores em dia. Demos falta desse referido funcionário, pois não se encontrava lá, questionamos, pois ele era referência entre os empregados, foi quando chegou ao pé de nós a nossa colega Nádia e nos disse que esse funcionário tinha sido despedido, mas despedido porquê? Ele era bem competente.
- Segundo me disseram ele faltou dois dias ao trabalho e o patrão despediu-o.
- Bem, se faltou… …
- Pelo que me disseram ele faltou dois dias e quando apareceu perguntaram-lhe porque tinha faltado, ao que ele respondeu;
“O cabeleireiro dele tinha estado fechado dois dias e não podia vir trabalhar com o cabelo despenteado, por esse motivo faltou”…
Assim ficamos a saber qual o motivo da ausência desse competente funcionário.
Em qualquer local um funcionário deve apresentar-se sempre bem composto e penteado, mesmo com o risco de ser despedido…
Publicado por Palavras Soltas às 22:26
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

~Mais sobre mim

~Pesquisar neste blog

 

~Novembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

~Posts recentes

~ Viagem Luanda Huambo…(fic...

~ Do Huambo a Benguela _ 30...

~ A Capulana...(continuação...

~ A Capulana

~ VIAGEM DE LUANDA AO HUAMB...

~ 23:30 horas do dia 25 De ...

~ Uma opinião sobre aquela ...

~ O dia seguinte: (depois d...

~ Pensamentos Profundos est...

~ VANTAGEM DE NAMORAR UM BA...

~ Será que mereço o 12º ano...

~ É Bom Sentir...

~ A quinta do Homem...

~ COMO CHAMAR A POLÍCIA EM ...

~ Uma Viagem de Huambo a Be...

~ Um pensamento sobre Ilha ...

~ Dá para meditar um pouco.

~ “Fim-de-semana alucinante...

~ Cabo Verde

~ África... Como uma Mulher...

~Arquivos

~ Novembro 2015

~ Fevereiro 2013

~ Outubro 2012

~ Agosto 2012

~ Junho 2012

~ Junho 2011

~ Março 2011

~ Janeiro 2011

~ Dezembro 2010

~ Novembro 2010

~ Outubro 2010

~ Setembro 2010

~ Agosto 2010

~ Julho 2010

~ Junho 2010

~ Dezembro 2009

~ Junho 2009

~ Março 2009

~ Fevereiro 2009

~ Dezembro 2008

~ Outubro 2008

~ Setembro 2008

~ Maio 2008

~ Março 2008

~ Dezembro 2007

~ Novembro 2007

~ Agosto 2007

~ Fevereiro 2007

~ Dezembro 2006

~ Novembro 2006

~ Outubro 2006

~Links

~6

6

~5

5

~4

4

~3

3

~2

2

~Outras coisas

1
blogs SAPO

~MEAT LOAF

~O Sapito

~Marc Anthony y La India

~subscrever feeds